(mordidas mansas)














(por vezes bravas)



morder
 
os legumes
e o cacau,
à beira-mar,
em dias
e dias
de enganos;
afundando
ao vento
cogumelos
duns e doutros;
sem nada
de nada
ao colo
e recortando
fotos
de cães.

sacudindo
dias
de conversas
no camarote.

comendo
causas,
políticas
e erros
de um lado
e do outro;
fixando
de repente
o que tem
a praia:
letras
e girafas.



morder
o mundo

 
todos os minutos
todas as horas
todas as semanas
em francês
e em inglês



morder
os sons

 
em 5 minutos
debaixo de água
conhecendo
lendo
sentindo
e comprando



morder
as imagens

 
pessoais
amadoras
profissionais
em movimento
brevemente
aqui



morder
as palavras

 
sentidas
no escuro
em busca
de tempo



morder
o passado

 
<< hoje



e-mail

This page is powered by Blogger.

Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com















terça-feira, fevereiro 04, 2003



Acabou o trabalho e sou viciado nisto :-)
Ok. eu tinha tentado "home" e nao "homme" %-)
publish amarelo ?? a ver se aparece :-)

Sandra, desculpa lá, mas nunca apanhei o teu último nome... daí a dúvida. Concordo, és "malta porreira" (no entanto, quem sou eu para atribuir essa classificacao).

Mudando de assuntos:
Quem gostar de jogos de tabuleiro: Settlers of Catan. Dá para passar uma horita divertida. (O link pode nao ser o mais elucidativo...o servidor daqui tá com problemas e nao consigo surfar eficientemente neste momento)

José às 17:00 |